Workshop A Vida e a Morte no Budismo

O nosso próximo workshop será a 30 de abril (sábado) e terá como tema a morte (e a vida) na tradição Budista Tibetana:

🔸Contemplar a vida no espelho da morte de modo a orientarmos as nossas prioridades para o essencial

🔸Saber como viver bem e ajudar os outros a viver bem

🔸O momento da transição 

Será com o professor Paulo Borges.

Contribuição: 40€

Local: Sede da União Budista (Lisboa)

10h-13h e 14h30-18h30

Inscrições: https://forms.gle/ogaGj7TQkd7xRvg66

Ajuda-nos a partilhar. 💙

Esta actividade tem número de inscrições limitadas.

A inscrição só é considerada finalizada após pagamento do valor indicado e envio por email do respectivo comprovativo.

IBAN: PT50 0010 0000 4767 6430 0011 7

Email: mail@uniaobudista.pt


Neste workshop faremos uma introdução teórico-prática aos ensinamentos budistas sobre o bem viver e o bem morrer, com destaque para a tradição budista tibetana. O objectivo é duplo: contemplar a vida no espelho da morte, para reorientarmos desde já as nossas prioridades para o essencial; 2 - saber como viver bem, e ajudar os outros a viver bem, o momento da transição. Percorreremos os seguintes temas, numa abordagem experiencial, alternando a reflexão e a meditação: 1 - apreciar e desfrutar a vida humana como uma oportunidade preciosa para o despertar da consciência; 2 - Reconhecer a sua insubstancialidade, impermanência e imprevisibilidade, semelhante a um sonho; 3 - aprender a lidar com o sofrimento e a proximidade da morte como ocasiões de desenvolvimento espiritual; 4 - preparar e viver a experiência da morte em paz e consciência plena, como oportunidade de despertar para o bem de todos os seres (introdução às fases e sinais da dissolução dos elementos psicofisiológicos segundo o budismo tibetano e o Livro Tibetano dos Mortos).

Serão fornecidos textos de apoio e bibliografia específica.

A actividade seguirá as normas de saúde em vigor na altura.

Paulo Borges segue a via do Buda desde 1983 segundo as tradições Nyingma e depois Kagyu do budismo tibetano, tendo como principal mestre Mingyur Rinpoche. Integra a partir de 2012 os ensinamentos de Thich Nhat Hanh da escola Linji (Rinzai) do budismo Ch’an/Zen. Líder de prática no Grupo de Prática Tergar Lisboa, sob a orientação de Mingyur Rinpoche. Professor de meditação e filosofia budista desde 1999, tem orientado centenas de aulas, cursos, workshops e retiros em todo o país. Professor de Filosofia da Religião, Pensamento Oriental e Filosofia e Meditação na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Professor de Medicina e Meditação na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa. Cofundador e ex-presidente da União Budista Portuguesa (2002-2014) e actual membro da sua Comissão de Adesão. Cofundador e presidente do Círculo do Entre-Ser. Cofundador e presidente da MYMA, Associação para a Cultura Contemplativa. Coordenador do Santuário e Centro de Retiros Dewachen.

Tradutor de livros budistas e autor e organizador de 63 livros, entre os quais O Budismo e a Natureza da Mente (2006, com Carlos João Correia e Matthieu Ricard), O Buda e o Budismo no Ocidente e na Cultura Portuguesa (organizador, com Duarte Braga) (2007), Descobrir Buda (2010), O Coração da Vida. Visão, meditação, transformação integral (guia prático de meditação) (2015, 2017, 2.ª edição), Do Vazio ao Cais Absoluto ou Fernando Pessoa entre Oriente e Ocidente (2017), Meditação, a Liberdade Silenciosa. Da mindfulness ao despertar da consciência (2017), Vazio e Plenitude ou o Mundo às Avessas (2018) e O Sorriso do Buda. Uma introdução ao budismo (2020).

Close