Introdução às Cinco Famílias de Buda

Introdução às Cinco Famílias de Buda

UBP -CES_ 2018.06.27 Introdução às Cinco Famílias de Buda

Com Paulo Borges

27 de Junho|das 18h30 às 22h30|Círculo do Entre-Ser, Lisboa

Organização: Escola Círculo do Entre-Ser

Todas as pessoas, seres e acontecimentos são manifestações de cinco princípios, padrões ou potenciais energéticos, que os Tantras budistas designam como “famílias de Buda”: Vajra (conhecimento), Ratna (riqueza), Padma (paixão), Karma (acção) e Buda (espaço contemplativo). Associadas a diferentes elementos e emoções, estão constantemente presentes nas nossas vidas e relações com os outros, configurando o nosso estilo pessoal, a nossa perspectiva e atitude geral em termos de percepção e acção no mundo e as diferentes modalidades da nossa experiência. Constituem também o nosso potencial de desenvolvimento humano e espiritual, tendo um duplo aspecto, conforme nos fechamos ou abrimos a essas energias: neurótico e confuso, acompanhado de sofrimento; são e desperto, inspirador e libertador. Reconhecendo o nosso padrão ou padrões dominantes, bem como os que nos são complementares, podemos aprender a transformar as suas manifestações obscuras, conflituosas e distorcidas nas correspondentes formas da nossa sabedoria original, fazendo de cada situação da vida quotidiana, e em particular das mais difíceis, uma ocasião para refinar e despertar a consciência. Nesta abordagem não ignoramos, rejeitamos ou combatemos as emoções “negativas”, vendo antes como levá-las a manifestar as nossas qualidades profundas, de que elas são a manifestação desarmoniosa. O conhecimento e harmonização dos cinco padrões energéticos é também muito útil para a harmonia e o sucesso na dinâmica dos grupos, entre outros a nível familiar, associativo e empresarial.

 

Para mais informações consulte:

www.circuloentreser.org

 

Facilitador: Paulo Borges

Professor de Filosofia e Meditação, Pensamento Oriental e Filosofia da Religião no Departamento de Filosofia da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Sócio-fundador e ex-presidente da União Budista Portuguesa (2002-2014). Professor de Técnicas Meditativas na Escola Superior de Enfermagem de Lisboa (2011-2013). Sócio-fundador e presidente do Círculo do Entre-Ser.

Praticante de meditação e da via do Buda desde 1983, na escola Nyingma do budismo tibetano, integrando a partir de 2012 os ensinamentos de Thich Nhat Hanh, sendo desde 2015 filiado na escola Linji (Rinzai) do budismo Ch’an / Zen.

Tradutor de textos budistas, como Estágios da Meditação, de Sua Santidade o Dalai Lama (Lisboa, Âncora Editora, 2001), o Livro Tibetano dos Mortos (Lisboa, Ésquilo, 2006) (com Rui Lopo), A Via do Bodhisattva, de Shantideva (Lisboa, Ésquilo, 2007), O Caminho da Grande Perfeição, de Patrul Rinpoche (Lisboa, Ésquilo, 2007) e O que não faz de ti um budista, de Dzongsar Jamyang Khyentse. É autor de vários livros, entre os quais O Budismo e a Natureza da Mente (com Matthieu Ricard e Carlos João Correia, 2005), Descobrir Buda. Estudos e ensaios sobre a via do Despertar (2010), Quem é o meu Próximo? Ensaios e textos de intervenção por uma consciência e uma ética globais e um novo paradigma cultural e civilizacional (2014) e O Coração da Vida. Visão, meditação, transformação integral (guia prático de meditação)(2015).

 

Close