Introdução à Meditação – Nível I - Consciência

Introdução à Meditação – Nível I – Consciência

UBP -CES_ 2019.02.04, 11 e 18 CIM I - Consciência peq

Com Paulo Borges

04, 11 e 18 de Fevereiro |das 20h30 às 22h30|Círculo do Entre-Ser, Lisboa

Organização: Escola Círculo do Entre-Ser

A meditação está hoje a ser redescoberta pelos ocidentais e a sua prática regular tem benefícios cientificamente reconhecidos em muitas áreas da vida humana, com destaque para a saúde e harmonia física e mental, a educação e o trabalho. A abordagem deste curso acentua que estes são todavia efeitos colaterais, que vêm naturalmente por acréscimo do grande benefício da prática meditativa: reconectar-nos com o que verdadeiramente somos e levar-nos a descobrir que na consciência desperta e presente, aqui-agora, podemos a cada momento encontrar toda a paz, bem e felicidade que constantemente procuramos no exterior e no futuro. Meditar é descobrir que somos o que procuramos e que assim não dependemos para ser felizes daquilo que não podemos garantir nem controlar.

A orientação deste nível do curso e dos seguintes inspira-se na abordagem de Mingyur Rinpoche, um dos maiores mestres contemporâneos de meditação. Os exercícios deste nível do curso são expostos de modo desenvolvido no livro de Paulo Borges O Coração da Vida. Visão, meditação, transformação integral (Lisboa, Mahatma, 2015; 2017, 2ª edição).

Neste nível do curso enfatiza-se que a meditação é uma via de realização integral do ser humano, em termos cognitivos e afectivos. Nesta abordagem, a essência da meditação é a descoberta da consciência como um espaço aberto e desperto de paz, clareza e felicidade que não depende da oscilação das experiências externas e internas. No simples facto de estarmos conscientes podemos reconhecer a nossa bondade e sanidade fundamentais. O nível I do curso habilita a iniciar uma prática regular, individualmente ou em grupo, que pode ser continuada nos níveis II e III, cujos temas são respectivamente Bondade (onde meditamos abrindo o coração ao amor, à compaixão, à alegria e à imparcialidade) e Sabedoria (onde meditamos na natureza profunda da realidade, da consciência que a percepciona e na não-separação entre ambas).

Quem desejar integrar a prática meditativa numa via de realização mais completa, que inclui reflexões e tomadas de consciência fundamentais, a par dos exercícios meditativos, num programa de formação e de prática diária (mínimo de 30 minutos) com diferentes temas semanais e mensais estruturado ao longo de um ano, aconselhamos que se inscreva nos workshops e retiros “O Coração da Vida. Uma Via de Consciência, Bondade e Sabedoria”.

Tanto os níveis I, II e III dos cursos de introdução à meditação como o programa “O Coração da Vida” são concebidos para serem universais e abertos a todos, independentemente das convicções religiosas ou filosóficas.

 

PROGRAMA:

1 – O que é a meditação e quais os seus benefícios? A meditação e o pleno despertar da consciência.

2 – Porquê praticar?

3 – Como praticar?

3.1. Preparação

3.2. Os sete pontos da postura

3.3. Atenção plena ao corpo e às sensações físicas

3.4. Atenção plena à respiração e às sensações respiratórias

3.5. Atenção plena aos fenómenos mentais

3.6. Atenção plena aos fenómenos externos (abertura dos cinco sentidos)

3.7. Meditação sem objecto ou consciência aberta

3.8. Meditação em pé e a caminhar

4. Conclusão, instruções finais para continuar uma prática regular e dedicatória

 

 

Facilitador: Paulo Borges

Professor de Filosofia e Meditação, Pensamento Oriental e Filosofia da Religião no Departamento de Filosofia da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Sócio-fundador e ex-presidente da União Budista Portuguesa (2002-2014). Professor de Técnicas Meditativas na Escola Superior de Enfermagem de Lisboa (2011-2013). Sócio-fundador e presidente do Círculo do Entre-Ser.

Praticante de meditação e da via do Buda desde 1983, na escola Nyingma do budismo tibetano, integrando a partir de 2012 os ensinamentos de Thich Nhat Hanh, sendo desde 2015 filiado na escola Linji (Rinzai) do budismo Ch’an / Zen.

Tradutor de textos budistas, como Estágios da Meditação, de Sua Santidade o Dalai Lama (Lisboa, Âncora Editora, 2001), o Livro Tibetano dos Mortos (Lisboa, Ésquilo, 2006) (com Rui Lopo), A Via do Bodhisattva, de Shantideva (Lisboa, Ésquilo, 2007), O Caminho da Grande Perfeição, de Patrul Rinpoche (Lisboa, Ésquilo, 2007) e O que não faz de ti um budista, de Dzongsar Jamyang Khyentse. É autor de vários livros, entre os quais O Budismo e a Natureza da Mente (com Matthieu Ricard e Carlos João Correia, 2005), Descobrir Buda. Estudos e ensaios sobre a via do Despertar (2010), Quem é o meu Próximo? Ensaios e textos de intervenção por uma consciência e uma ética globais e um novo paradigma cultural e civilizacional (2014) e O Coração da Vida. Visão, meditação, transformação integral (guia prático de meditação)(2015).

Para mais informações consultar

Close