Curso Teórico-Prático de Introdução ao Budismo Tibetano

Curso Teórico-Prático de Introdução ao Budismo Tibetano

UBP -CES_ 2018.05.16, 23 e 30 CTP Int. Budismo Tibetano 2º Abordg. de Mingyur Rinpoche

Com Paulo Borges

16, 23 e 30 de Maio e 6 de Junho| das 19h00 às 22h30 | Círculo do Entre-Ser, Lisboa

Organização: Escola Círculo do Entre-Ser

Este curso oferece uma introdução teórico-prática às bases do budismo tibetano, segundo a abordagem de Mingyur Rinpoche, um conceituado mestre contemporâneo conhecido pela exposição clara, profunda e actual dos ensinamentos tradicionais, que estará em Portugal de 5 a 8 de Julho.

O objectivo é conhecer os fundamentos desta visão e desta via, com exercícios que nos podem preparar para a percorrer orientados por Mingyur Rinpoche, se assim desejarmos.

 

             Programa:

 

                16  de Maio – Qual o melhor sentido a dar à nossa vida?

                 I – As reflexões que afastam a mente do samsara: 1 - preciosa existência humana; 2 – impermanência.

                2 – Consciência comum, consciência meditativa e consciência pura. Como meditar? Meditação com respiração e consciência aberta.

 

                23  de Maio – Qual o melhor sentido a dar à nossa vida?

                 I – As reflexões que afastam a mente do samsara: 3 – lei de causa e efeito (karma); 4 – sofrimento do samsara.

                 2 – Consciência comum, consciência meditativa e consciência pura. Como meditar? Meditação com pensamentos e consciência aberta.

 

                30  de Maio - Onde procuramos apoio e depositamos a nossa confiança?

                 1 – Os refúgios convencionais e o refúgio no Buda, no Dharma e na Sangha. Refúgio exterior e refúgio interior.

                2 – Meditação com visualização.

 

                6  de Junho - Realizar o bem de todos os seres

                1 – As 4 meditações ilimitadas (amor, compaixão, alegria, equanimidade) e o bodhicitta. O bodhicitta relativo: aspiração e aplicação. As seis paramitas ou virtudes transcendentes: generosidade, disciplina ética, paciência, diligência, meditação e sabedoria. O bodhicitta absoluto.

                2 – Meditar no amor, na compaixão, na alegria e na equanimidade. Receber e dar: tonglen.

 

Facilitador: Paulo Borges

Professor de Filosofia e Meditação, Pensamento Oriental e Filosofia da Religião no Departamento de Filosofia da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Sócio-fundador e ex-presidente da União Budista Portuguesa (2002-2014). Professor de Técnicas Meditativas na Escola Superior de Enfermagem de Lisboa (2011-2013). Sócio-fundador e presidente do Círculo do Entre-Ser.

Praticante de meditação e da via do Buda desde 1983, na escola Nyingma do budismo tibetano, integrando a partir de 2012 os ensinamentos de Thich Nhat Hanh, sendo desde 2015 filiado na escola Linji (Rinzai) do budismo Ch’an / Zen.

Tradutor de textos budistas, como Estágios da Meditação, de Sua Santidade o Dalai Lama (Lisboa, Âncora Editora, 2001), o Livro Tibetano dos Mortos (Lisboa, Ésquilo, 2006) (com Rui Lopo), A Via do Bodhisattva, de Shantideva (Lisboa, Ésquilo, 2007), O Caminho da Grande Perfeição, de Patrul Rinpoche (Lisboa, Ésquilo, 2007) e O que não faz de ti um budista, de Dzongsar Jamyang Khyentse. É autor de vários livros, entre os quais O Budismo e a Natureza da Mente (com Matthieu Ricard e Carlos João Correia, 2005), Descobrir Buda. Estudos e ensaios sobre a via do Despertar (2010), Quem é o meu Próximo? Ensaios e textos de intervenção por uma consciência e uma ética globais e um novo paradigma cultural e civilizacional (2014) e O Coração da Vida. Visão, meditação, transformação integral (guia prático de meditação)(2015).

 

Para mais informações consulte

 

Close