ACM Fora de Portas

ACM Fora de Portas

“ACM Fora de Portas” encerra com comunidades religiosas de mãos dadas

O “ACM Fora de Portas”, este ano dedicado ao diálogo inter-religioso, terminou ontem, após dois dias intensos de partilha de crenças e saberes, com um momento simbólico que juntou em palco, na Alameda D. Henriques, representantes das comunidades religiosas participantes no evento, para a leitura de um texto inter-religioso.

O Alto-comissário para as Migrações, Pedro Calado, presidiu à sessão de encerramento e fez questão de ler, em conjunto com os líderes e representantes das comunidades, o texto inter-religioso, ocasião que culminou com todos a darem as mãos, a simbolizar a união que marcou todo o encontro entre as diferentes religiões.

O evento fechou em grande, com uma largada de balões brancos, em que participaram várias crianças.

Este “ACM Fora de Portas”, que contou também com a colaboração da Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia de Arroios e Areeiro, fica marcado por várias atividades dinamizadas pelas comunidades presentes, que prepararam vários workshops de pintura em água, de tatuagens em Henna indiana e de desenho a carvão, bem como tertúlias temáticas, concertos, momentos de dança e peças de teatro. A animação não passou despercebida aos visitantes, atraídos também pelas deliciosas iguarias oferecidas pelos membros das comunidades.

O Alto-comissário não deixou de congratular todos os envolvidos neste grande evento e, acerca da sua continuidade, garante que este será “ o primeiro de muitos”.

Recorde-se que, neste “ACM Fora de Portas” marcaram presença nove comunidades religiosas: a Aliança  Evangélica Portuguesa, a Associação Internacional Buddhas Light de Lisboa, a Comunidade Bahá'i de Portugal, a Comunidade Islâmica de Lisboa, a Comunidade Hindu de Portugal, a Igreja Católica Apostólica Romana (Patriarcado de Lisboa), a Igreja Lusitana Católica apostólica Evangélica (Comunhão Anglicana), a Sikh Comunidade e a União Budista Portuguesa.

As comunidades religiosas:

Sikh Comunidade
“Educar no sentido da tolerância e compreensão pela diversidade”

Gagandeep Singh, líder da Sikh Comunidade, fez questão de manifestar a sua satisfação pela realização desta iniciativa e faz um balanço “muito positivo” destes dois dias de “animação e diálogo entre as diversas comunidades religiosas”.

“Muitos jovens passaram por aqui, mostraram interesse em saber mais e não deixaram de assistir aos espetáculos e às atividades realizadas. Penso que isto revela a importância deste evento para educar no sentido da tolerância e compreensão pela diversidade”, considera.

Há 10 anos a viver em Portugal, Gagandeep revela estar totalmente integrado no país: “Sinto-me muito bem aqui. A minha terra é a India, a minha terra mãe, mas a terra da minha vida é Portugal. Portugal deu-me a identidade e, por isso, é a minha segunda mãe”, explica.

Aliança Evangélica Portuguesa

Diálogo “na base do respeito e tolerância”

 “Este é um espaço atrativo e penso que todo o evento em si está muito bem conseguido. O diálogo entre as várias comunidades tem sido muito proveitoso, sempre na base do respeito e tolerância. O balanço é, portanto, muito positivo”, assegura Sara Narciso, uma das representantes deste grupo religioso.

E acrescenta: “Se há espaço para falar sobre Economia, Saúde, Política e outros temas de destaque, porque não criar um espaço para falar sobre Religião? Todo o ser humano procura uma direção na vida e iniciativas como esta podem fazer com que as pessoas conheçam mais sobre as várias religiões, ajudando-as a refletir e a escolher o seu próprio caminho”, afirma.

Associação Internacional Buddhas Light de Lisboa

"Um Diálogo sempre muito proveitoso”

Guo Hua Wu, representante desta Associação Buddas Light, frisa que este ACM Fora de Portas tem sido “uma forma muito eficaz e importante para divulgar o Budismo”, explicando que “muitas pessoas não conheciam bem esta religião mas revelaram muito interesse em saber mais”.

O diálogo entre as diferentes religiões foi, ao longo de todo o evento, “sempre muito proveitoso”, afiança.

Igreja lusitana Católica Apostólica Evangélica – Comunhão Anglicana

“Uma prova de é possível conviver na diferença”

“O balanço é muitíssimo positivo e superou as minhas expetativas”, realça o Padre Fernando, representante desta comunidade religiosa, adiantando que este "ACM Fora de Portas" “é uma prova de que é possível conviver na diferença e que a religião pode ter lugar na praça”.

“Houve imensas visitas das diversas confissões. Muitos vieram ter connosco para saber mais sobre religião, revelando um forte interesse em crescer culturalmente a esse nível”, sublinha.

União Budista Portuguesa

“Um passo muito importante para a tolerância religiosa”

 “Este evento é um passo muito Importante para a tolerância religiosa. A religião nem sempre é motivo de paz, amizade e humanismo, mas aqui a ideia é sermos todos irmãos. Esta é uma boa maneira de ir contra as inimizades e perceber que, sendo todos diferentes, somos também todos iguais. Mas, é também muito interessante perceber que as diferenças existem no mundo e há que aceitá-las, estimulando a tolerância entre todos”, explica Catherine Morisseau, membro da União Budista Portuguesa.

Natural de França e a residir em Portugal há 15 anos, Catherine faz questão de sublinhar que este é um "passo valioso" para a promoção da liberdade religiosa: “Não se trata aqui de tentar convencer alguém a adotar uma religião. Nenhuma religião é melhor que a outra, trata-se sim,  de abertura e aceitação!”.

Igreja Católica Apostólica Romana – Patriarcado de Lisboa

“Um bom sinal de harmonia…”

Padre Ricardo Ferreira, representante da Igreja católica, destaca que “o convívio e o respeito uns pelos outros foi sempre muito positivo”, considerando ser este “ um bom sinal de harmonia e boa relação entre todos”.

Comunidade Baha’i de Portugal

“Não há uma relação entre religiões como aqui em Portugal!”

“Conseguiu-se fazer o que se pretendia!”,  elogia  Ivone Felix Correia, representante desta comunidade.

“A comunicação entre nós é ótima e temos uma perfeita relação uns com os outros, mas  também reunimo-nos sempre para além destas iniciativas…por isso também todos participámos. Em todo o mundo, não há uma relação entre religiões como aqui em Portugal”, considera.

Comunidade Hindu de Portugal

O poder de “enraizar a parte espiritual das pessoas”

Satisfeita com todo o ambiente vivido neste “ACM Fora de Portas”, Saroj Parshotam, membro da comunidade Hindu de Portugal, realça o poder que este encontro entre culturas e religiões diferentes tem para “ enraizar a parte espiritual das pessoas”.

“Penso que foi tudo muito valioso para todos nós!”, frisa.

Comunidade Islâmica de Lisboa

“Darmos as mãos em palco é revelador do valor deste evento”

“Um encontro entre religiões é sempre muito positivo e, por isso, incentivamos sempre iniciativas inter-religiosas”, considera Mohamed Abed, líder desta comunidade.

“Darmos as mãos em palco é muito revelador do valor deste evento”, sublinha.

 

TEXTO INTER-RELIGIOSO

Senhor, Tu És a fonte da vida e da paz;

Louvado seja o Teu Nome para sempre;

Sabemos que Tu Orientas as nossas mentes para pensamentos de Paz;

Ouve as nossas preces em tempos de crise;

O Teu Poder transforma os nossos corações.

Os outrora inimigos começam a dialogar entre si;

Aqueles que estavam em desavença, juntam as suas mãos em amizade e fraternidade;

Juntas, Nações anseiam por caminhos da Paz.

Que Deus, Nosso Senhor, fortaleça a nossa determinação para dar testemunho a estas verdades pela forma como vivemos, fortifica a nossa determinação para evidenciar estas verdades através das nossas acções.

Senhor dos Mundos, Tu que És o Criador do Universo e de toda a Humanidade, dos filhos de Abraão e de todos os outros homens e mulheres, qualquer que seja a sua Fé e mesmo daqueles que não têm qualquer Fé ou convicção religiosa,

Dai-nos:

Sabedoria para distinguir o bem do mal;

Compreensão para acabar com os conflitos;

Compaixão para apagar o ódio;

Perdão para superar a vingança;

Amor para compreender e amar o outro.

Faz com que todos os povos vivam de acordo com a Tua Lei do Amor.

Que Deus, Beneficente e Misericordioso, nos Guie a todos pelo Bom Caminho e nos Ajude a edificar um mundo em que estejamos todos irmanados em Deus.

FIQUEMOS EM PAZ

Enquanto durar o espaço,

Enquanto aí se encontrarem seres,

Possa eu também permanecer

Para dissipar a dor do mundo.

Close